Psicologia das Cores: como as cores nos afetam

o-choro-e-livre-1
No meu consultório o choro é livre
Show all

Psicologia das Cores: como as cores nos afetam

cores-psicologia

A cor é uma experiência psicológica que pode afetar radicalmente o seu humor e as suas emoções 

Psicologia das cores: a cor é mais do que uma experiência visual. É uma forma clássica de comunicação que pode projetar sua personalidade e definir a vibração de um lugar. Como por exemplo, o tom em cada cômodo da sua casa. 

As reações as cores podem ser subjetivas, mas, geralmente, certos tipos de cores produzem respostas particulares. Cores quentes como vermelho, amarelo e laranja podem produzir sentimentos de calor ou agressividade, enquanto cores frias como verde e azul podem ser calmantes ou deprimentes.

Continue lendo para aprender mais sobre a psicologia da cor. Mas antes vejamos o que cada cor pode significar:

Azul

psicologia-azul
O azul é calmante e fresco. É a cor mais popular porque simboliza o céu e o mar. Quem gosta de azul muitas vezes é representado como confiável, leal, amigável e forte. Devido ao seu poder calmante, o azul funciona bem no quarto.

Amarelo

psicologia-amarelo
Amarelo representa felicidade, otimismo e inspiração. Quem gosta de amarelo é atraído pelo que há de novo e moderno. Essa cor pode trazer uma sensação ensolarada para um espaço sem gritar aos olhos.

Roxo

psicologia-roxo
Roxo estimula a imaginação. É a cor da realeza, luxo e riqueza. Quem gosta de roxo tende a ser criativo, sábio e romântico. Deseja criar uma sensação de relaxamento e serenidade em um espaço?Tente pintar as paredes com um tom calmante de roxo.

Vermelho

psicologia-vermelho
Vermelho, a cor da confiança, da emoção e da energia, é a mais psicologicamente estimulante das cores. Quem gosta de vermelho é apaixonado, enérgico, extrovertido e corajoso. Deseja trazer uma sensação alegre ao seu espaço? Pinte de vermelho.

Verde

psicologia-verde
Verde é a cor da natureza. Calmo e relaxante, o verde também pode ser descrito como alegre, harmonioso, energizado e cheio de vida. Quem gosta de verde acredita em equilíbrio, estabilidade e persistência. Traga energia para uma sala pintando-a com um tom de verde.

Rosa

psicologia-rosa
Rosa é a parte delicada da família de cores vermelhas. Quem gosta de rosa é visto como feminino, inocente e romântico. Comparado ao vermelho, o rosa é uma cor mais tranquila.

Marrom

psicologia-marrom
Marrom representa terra, segurança e satisfação. Quem gosta de marrom tende a amar a natureza, a simplicidade e o conforto.

Laranja

PSICOLOGIA-LARANJA
O laranja exige atenção, simbolizando equilíbrio, cordialidade, vibração e entusiasmo. Quem gosta de laranja é sempre amigável.

Prata

chuveiro
A prata representa prosperidade e riqueza. Quem gosta de prata tem um senso de estilo e é muito motivado. 

Branco

psicologia-branco
O branco representa juventude e limpeza e cria uma sensação refrescante. Quem gosta de branco prefere um estilo contemporâneo. Tons mais quentes de branco ajudam a tornar a sala mais aconchegante, enquanto tons mais frios tendem a obter uma sensação mais formal.

Preto

psicologia-preto
O preto representa elegância, mistério e poder. Dizem que quem gosta de preto é ambicioso e sofisticado. Muito preto, no entanto, pode ser deprimente. 

Cinza

psicologia-cinza
O cinza é clássico, elegante e funciona bem com a maioria das cores. Quem gosta de cinza é inteligente e disciplinado. Cinza cria um espaço animado e convidativo.

Psicologia das Cores: como as cores afetam os seus sentimentos e comportamentos

Você se sente ansioso em um quarto amarelo? A cor azul faz você se sentir calmo e relaxado? 

Artistas e designers de interiores há muito tempo acreditam que a cor pode afetar drasticamente o humor, os sentimentos e as emoções. Pablo Picasso disse: “As cores, como os traços, acompanham as mudanças das emoções”.

A Psicologia entende que a cor é uma poderosa ferramenta de comunicação e pode ser usada para sinalizar ação, influenciar o humor e até influenciar reações fisiológicas. Então, como exatamente as cores funcionam? Como a cor afeta o humor e o comportamento?

O que é a Psicologia das Cores?

cores-na-psicologia

Em 1666, Isaac Newton descobriu que, quando a luz branca pura passa por um prisma, ela se separa em todas as cores visíveis. Posteriormente Newton também descobriu que cada cor é composta de um único comprimento de onda e não pode mais ser separada em outras cores.

Outras experiências demonstraram que a luz poderia ser combinada para formar outras cores. Por exemplo, luz vermelha misturada com luz amarela cria uma cor laranja. Algumas cores, como verde e magenta (vermelho), cancelam-se mutuamente e resultam em uma luz branca.

Se você já pintou, provavelmente já reparou como certas cores podem ser misturadas para criar outras cores. 

Apesar da falta de pesquisa nessa área, o conceito de psicologia das cores se tornou um tópico importante nas áreas de marketing, arte e design. Podemos dizer que a psicologia das cores é o estudo das cores em relação ao comportamento humano. Ou seja, o objetivo é determinar como a cor afeta nossas decisões diárias, como os itens que compramos.

Os significados das cores podem ter um impacto no motivo pelo qual preferimos certas cores em detrimento de outras. A mesma cor também pode ter significados diferentes, dependendo de nossa educação, sexo, localização e valores.

Por exemplo, seus sentimentos sobre a cor geralmente são profundamente pessoais e estão enraizados em sua própria experiência ou cultura. Por exemplo, enquanto a cor branca é usada em muitos países ocidentais para representar pureza e inocência, é vista como um símbolo de luto em muitos países orientais.

Os efeitos psicológicos da cor: Psicologia das Cores como Terapia

degrade

Por que a cor é uma força tão poderosa em nossas vidas? Que efeitos isso pode ter sobre nossos corpos e mentes? Embora as percepções da cor sejam um pouco subjetivas, existem alguns efeitos de cores que têm significado universal.

As cores na área vermelha do espectro de cores são conhecidas como cores quentes e incluem vermelho, laranja e amarelo. Essas cores quentes evocam emoções que variam de sentimentos de calor e conforto a sentimentos de raiva e hostilidade.

As cores no lado azul são conhecidas como cores frias e incluem azul, roxo e verde. Essas cores são frequentemente descritas como calmas, mas também podem lembrar sentimentos de tristeza ou indiferença.

Várias culturas antigas, incluindo egípcios e chineses, praticavam cromoterapia, ou o uso de cores para curar. A cromoterapia é algumas vezes também é referida como terapia de luz e é usada como tratamento holístico ou alternativo. Neste tratamento:

  • O vermelho é usado para estimular o corpo e a mente e aumentar a circulação.
  • Pensa-se que o amarelo estimula os nervos e purifica o corpo.
  • O laranja é usado para curar os pulmões e aumentar os níveis de energia.
  • Acredita-se que o azul acalme doenças e trate a dor.

A pesquisa moderna em Psicologia das Cores

A maioria dos psicólogos vê a terapia das cores com ceticismo e ressalta que os supostos efeitos da cor são freqüentemente exagerados.

As pesquisas vem demonstrando em muitos casos que os efeitos que alteram o humor da cor podem ser apenas temporários. Uma sala azul pode inicialmente causar sentimentos de calma, mas o efeito se dissipa após um curto período de tempo.

No entanto, é fato que a cor pode impactar as pessoas de várias maneiras surpreendentes. Por exemplo, certas cores podem ter impacto no desempenho. Embora a cor vermelha seja frequentemente descrita como ameaçadora ou excitante, muitos estudos anteriores sobre o impacto da cor vermelha foram amplamente inconclusivos. No entanto, a exposição de estudantes à cor vermelha antes de um exame tem um impacto negativo no desempenho do teste.

A Psicologia das cores no Marketing e nas vendas

diversao-entre-amigos

A psicologia das cores sugere que várias tonalidades podem ter uma ampla gama de efeitos, desde melhorar nosso humor até causar ansiedade. Mas a cor dos produtos que você compra pode dizer algo sobre sua personalidade? Por exemplo, a cor do carro que você compra pode estar relacionada a alguns traços de personalidade?

Suas preferências de cores ao comprar podem dizer algo sobre o tipo de imagem que você está tentando projetar. Portanto, As preferências de cores, das roupas que você veste ao carro que dirige, podem fazer uma declaração sobre como queremos que outras pessoas nos percebam. Outros fatores, como idade e sexo, também podem influenciar as escolhas de cores que fazemos. Por exemplo:

As escolhas por trás das cores

  • Branco : Como muitos de nós vemos, a cor branca pode parecer fresca e limpa. A cor é frequentemente usada para evocar uma sensação de juventude e modernidade. 
  • Preto : o preto é visto muitas vezes como uma cor “poderosa”, que pode ser a razão pela qual o preto é a cor mais popular para veículos de luxo. As pessoas costumam descrever a cor como sexy, misteriosa e até ameaçadora.
  • Prata : é a terceira cor mais popular para veículos e está ligada a um senso de inovação e modernidade. Os produtos de alta tecnologia geralmente são prateados, portanto a cor geralmente está ligada a coisas novas, modernas e de ponta.
  • Vermelho : sonhando com um veículo vermelho? O vermelho é uma cor arrojada e chama a atenção, portanto, preferir esse tipo de carro pode significar que você deseja projetar uma imagem de poder, ação e confiança.
  • Azul : As pessoas geralmente descrevem o azul como a cor da estabilidade e segurança. O azul pode indicar que você é confiável e confiável.

Uma pessoa pode preferir cores mais brilhantes e mais atraentes quando mais jovens, mas se vê atraída por cores mais tradicionais à medida que envelhece. A personalidade do comprador pode desempenhar um papel importante na seleção de cores, mas os compradores geralmente são fortemente influenciados por fatores como preço e disponibilidade.

Pesquisas adicionais ainda são necessárias

bolinhas-coloridas

O interesse no assunto da psicologia das cores está crescendo, mas ainda há uma série de perguntas sem resposta. Como as associações de cores se desenvolvem? Quão poderosa é a influência dessas associações no comportamento do mundo real?

A cor pode ser usada para aumentar a produtividade do trabalhador ou a segurança no local de trabalho? Quais cores afetam o comportamento do consumidor? Alguns tipos de personalidade preferem determinadas cores? Em outras palavras a medida que os pesquisadores continuam a explorar essas questões, em breve poderemos aprender mais sobre o impacto que a cor tem na psicologia humana.

Contudo é claro que a cor pode desempenhar um papel importante na transmissão de informações, na criação de certos humores e até na influência das decisões que as pessoas tomam. As preferências de cores também exercem influência nos objetos que as pessoas escolhem comprar, nas roupas que vestem e na maneira como adornam seus ambientes.

Então, qual é o resultado final? Os especialistas descobriram que, embora a cor possa influenciar a maneira como sentimos e agimos, esses efeitos estão sujeitos a fatores pessoais, culturais e situacionais. São necessárias mais pesquisas científicas para entender melhor a psicologia das cores.

Fontes utilizadas neste artigo:

Veywellmind

Unsplash

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *