3 maneiras de manter o estresse sob controle

mulher-em-um-campo-de-flores
Produtividade: permita-se parar!
planta-em-pedaço-de-madeira
A dor do crescimento te ajudará
Show all

3 maneiras de manter o estresse sob controle

Mulher-sorridente-vestida-em-uma-jaqueta

O que é o estresse? Em primeiro lugar, em vez de buscar uma definição clássica, quando penso em estresse foco no que eu e você sente nesses momentos.

É por isso, que pra mim, o estresse é quando as demandas impostas pela vida superam os recursos que temos à nossa disposição. Seja nosso tempo, habilidades, energia, poder cerebral, finanças ou qualquer outro recurso.

Quando nos falta um recurso para resolver um problema só nos sobra o stress!

Um Estresse que termina… outro que começa

O fim de uma etapa e começo de um novo desafio, em geral, vem acompanhado de um aumento dos níveis de estresse. Além disso, existem metas a serem cumpridas, coisas a serem feitas, papelada para organizar.

Embora existam momentos de estresse que são saudáveis ​​e necessários para o cumprirmos nossos propósitos, o estresse crônico ou prolongado tem um impacto prejudicial à nossa saúde e bem-estar.  

Portanto, o caminho para manter o estresse sob controle passa pela redução de problemas e aumento de habilidades. Sei que embora possamos não ter controle sobre todas as demandas que nos é impostas, há maneiras de manter de manter o estresse sob controle. Vamos lá?

1. Verifique os seus pensamentos

homem-olhando-para-um-quadro

Quando estamos estressados, nossa atenção naturalmente diminui, e se concentrar é um grande desafio. Nesse momentos perdemos o rumo e descambamos por pensamentos improdutivos e descabidos, como por exemplo:

Você pensa que algo é urgente, quando na realidade aquela situação pode esperar.
Pensa que seu trabalho não é bom o suficiente, quando na realidade você o realizou como deveria.
Você pensa que deve fazer algo, quando na realidade não é necessário. 
Você está se criticando quando, na realidade, está fazendo um bom trabalho.

Para manter seus pensamentos sob controle, se faça pergunta do tipo:

Isso é verdade?
Isso é útil?
Existe outra maneira de encarar essa situação?
O que é mais adequado dizer nesse momento?

2. Verifique suas necessidades

Todos nós temos necessidades básicas que, quando satisfeitas, ajudam a manter a calma. Mas muitas vezes não priorizamos essas necessidades básicas. E isso vai nos estressar, cedo ou tarde. Se pregunte:

Estou me alimentando e me hidratando adequadamente?
Com frequência me movo e relaxo o meu corpo para liberar a tensão acumulada?
Separo um tempinho do meu dia para analisar o que está acontecendo?
Me preparo para dormir?
Mantenho contato frequente com amigos e familiares queridos?
Minha casa é um espaço calmo, seguro e organizado, onde posso relaxar?
Sou gentil comigo mesmo?

Gerenciar o estresse significa estar atento às suas necessidades, em outras palavras, dar a si mesmo permissão para manter sua saúde e bem-estar entre as principais prioridades, independentemente das exigências do mundo.

3. Verifique o que você está fazendo

mulher-em-frente-a-luz

Quando estamos estressados, nos tornamos nossos piores inimigos. Da mesma forma, Nosso comportamento fica inadequado e desproporcional. Por exemplo:

Você está dizendo “sim, claro”, quando na realidade você quer e precisa dizer “agora não, obrigado”?
Está priorizando fazer outras coisas em vez de cuidar de sua mente e corpo?

Você está tentando diminuir o estresse bebendo em excesso?
Está usando as mídias sociais de forma exagerada?
Além disso, você está negando a si mesmo oportunidades de ser feliz?

PARE e evite o Estresse

Todos nós temos nossos momentos de estresse, alguns são menos úteis que outros, por isso é importante avaliar quando essa exigências são saudáveis ou não. A chave é reconhecer quando um esforço é mais útil e quando é apenas exagero. Uma das principais estratégias é se dar a permissão para parar:

Parar o que está fazendo e ir almoçar. O que está fazendo e e respirar alguns minutos para liberar a tensão. Em seguida, Parar o que está fazendo e se perguntar: “Estou bem? Preciso de um descanso?

Parar o que você está fazendo e experimentar para encontrar outro caminho. O que está fazendo e se lembrar de que está fazendo o melhor que pode. E por fim, parar o que está fazendo, para poder se soltar, recuperar a perspectiva, e voltar a se mover para onde você quer estar.

Convido você a escrever na sua agenda ou incluir um pequeno lembrete no seu celular:

Acima de tudo, para manter o estresse sob controle, vou:

Deixar ir… Vou cuidar de mim mesmo… Vou lembrar o que estou fazendo de bom…


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *